Risco de Dengue aumenta em 2011

Enquanto a vacina contra a Dengue não sai e o período chuvoso se arrasta, a epidemia da Dengue volta a assombrar a população. No estado do Rio de Janeiro ela voltou a atacar com força total, até 26 de fevereiro foram registrados 13.144 casos, o que significa um aumento de 689% em relação ao mesmo período do ano passado. Conforme o Jornal O Globo (http://moglobo.globo.com) na capital a situação é ainda mais crítica. No estado do Paraná o governo decretou estado de alerta em 56 cidades. Estudos do Ministério da Saúde mostram que  70,3% da população do País moram em regiões com possibilidade de surto por infestação do mosquito Aedes aegypt –  transmissor da dengue – o mapeamento indica que no estado de Goiás o risco vai de muito alto a alto. Em Roraima no mês passado o tipo 4 da doença foi confirmado. De acordo com estudo de pesquisadores da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas, o vírus tipo 4 (o DENV-4) vem da Venezuela e voltou a infectar pacientes da região, após 25 anos sem registros do vírus no Brasil. As pessoas que já contraíram os tipos 1, 2 e 3 não estão imunes ao tipo 4, portanto a guerra contra o mosquito está longe de acabar. O vírus tipo 2 que fez muitas vítimas em 2002 voltou a atacar, e agora um novo grupo: as crianças, que ainda não apresentam defesas contra este vírus.

Leia mais: http://www.combateadengue.com.br

One response to “Risco de Dengue aumenta em 2011

  1. A coisa tá feia, e pra piorar os gestores não tem feito a lição de casa… a fiscalização anda como tartaruga na maioria das cidades.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.